quarta-feira, 4 de abril de 2012

"Segredos de Sangue" de Charlaine Harris [OPINIÃO]




Edição/reimpressão: 2011
Páginas: 288
Editor: Saída de Emergência
ISBN: 9789896373641



Sinopse:


"Depois de suportar tortura e a perda de entes queridos durante a breve mas mortífera Guerra dos Fae, Sookie Stackhouse sente-se magoada e furiosa. O único elemento positivo da sua vida é o amor que acredita sentir pelo vampiro Eric Northman. Mas este está sob olhar atento do novo rei vampiro por culpa do relacionamento de ambos. Enquanto as implicações políticas da revelação dos metamorfos começam a ser sentidas, a ligação de Sookie a um lobisomem específico arrasta-a para uma questão perigosa. Além disso, sem saber, apesar de os portais para Faery terem sido fechados, restam alguns fae no mundo humano... E um deles está zangado com Sookie. Muito, muito zangado."


Opinião:


Sookie está feliz, pois a sua vida retomara ao normal, tem consigo Eric, o seu namorado apaixonado e a primavera trouxe o seu adorado sol... não podia estar mais feliz face à loucura que tem sido a sua vida nos últimos tempos. Mas, como tudo que é bom, acaba rápido...
Sarilhos avizinham-se!
O novo Rei, Felipe de Castro tem em mãos uma reestruturação da sociedade vampírica e Eric tenta assegurar o seu posto como Xerife contra o lacaio do Rei, Victor.
Para piorar as coisas para o lado do viquingue, o seu criador aparece com o novo protegido, Alexei Romanov (última dinastia Russa), tentando controlar a loucura do jovem com a ajuda de Eric, mas as coisas descontrolam-se e são causados danos irreparáveis.
Com Eric ausente, Sookie sente-se sozinha e carente, e enfrenta os seus próprios problemas:
Um ser feérico quer vê-la morta, mas Sookie não sabe quem e porquê, e nem Claude que veio morar com a prima, ou Dermot o seu tio-avô agora arrependido, lhe podem dar a conhecer a identidade do malfeitor.
A conselho de Sam, Sookie vai a casa de Bill verificar o estado do vampiro que se feriu gravemente na cimeira, e dá de caras com um Bill fraco e a definhar. É claro que Sookie mete mãos ao caminho e tenta arranjar uma solução para salvar o seu ex-namorado.
Sendo o décimo volume da saga "Sangue Fresco", as personagens de "Segredos de Sangue" não nos são desconhecidas, mas não significam por isso serem menos interessantes, pois é o completo oposto.
A relação de Eric e Sookie vai de vento em popa, e o vampiro não me podia surpreender mais com o seu lado mais terno e apaixonado... quem diria que o implacável Xerife conseguia ser um amante interessado e preocupado!
Gostei de ver a ligação entre Eric e Ocella o seu criador, pois a autora pouco explorara o tema nos livros anteriores. Com esta chegada inesperada, Charlaine Harris conseguiu dar-nos um pouco mais desse seu mundo vampírico.
Depois de Elvis, eis que a autora referencia outro nome conhecido da história, neste caso Alexei Romanov, da última dinastia Russa, que em vez de morrer pelas mãos dos bolcheviques, se torna protegido do criador de Eric.
Bill desilude-me pela sua apatia e fraqueza. Tornou-se uma personagem sem interesse e cuja ausência não é notada.
Sookie surpreende-me de livro para livro. A jovem telepata modificou-se devido às provações da vida, cresceu emocional e racionalmente. Deixou a sua inocência para trás, sendo agora mais alerta, madura e fria quando necessário.
Gosto imenso desta "nova" Sookie, e mal posso esperar por mais!
De uma forma geral, "Segredos de Sangue" é uma cópia dos seus antecessores, cheio de acção, humor e romance!
De leitura fácil e rápida, ideal para uma noite de insónias ou quiçá uma tarde de sol.
Mal posso esperar pelo seguinte!

1 comentário:

  1. olá =)
    deixei tag pa ti no meu cantinho =)

    bjocas e boa páscoa!

    ResponderEliminar